10 motivos para visitar o Chile (ou voltar!)

chile-puerto-varas

Que eu me entusiasmo por viagem, ninguém duvida. Em das mais especiais de minha vida fui ao Chile e, sozinha, percorri quase três mil quilômetros entre a capital Santiago (com rápida baldeação em Viña Del Mar e Valparaíso), a região da Patagônia e a fantástica cidade de Pucón. Mas o Chile vai muito além dos terremotos e das lhamas; tem povo hospitaleiro, gastronomia maravilhosa e é um reduto de primeiro mundo (ou quase isso) em plena América do Sul. Por isso, relato aqui os 10 motivos para você visitar o Chile – ou, como eu, voltar! Tá com viagem marcada? Melhor ainda!

No Chile tem frio – de verdade

chile-vulcão-osorno

Mesmo quando o fenômeno El Niño resolve mexer com o clima, as temperatura no Chile costumam ser bastante baixas entre os meses de junho e agosto, quando facilmente se registram friacas abaixo dos dez graus. De acordo com o site Accuweather , a média histórica é de temperatura máxima de 14 e mínima de 3 graus (ui!) no período. Ao contrário dos estados do Sul do Brasil, que aqui e ali frustram os turistas por registrarem temperaturas mais altas mesmo no inverno, passar esses meses no Chile é garantia de frio. Muuuuuuuito frio!

Com as estações de esqui nos arredores de Santiago abertas, não perderia a oportunidade de aprender a andar de esqui, né…

chile-la-parva

O traslado e o aluguel dos equipamentos eu fiz pela ótima Ski Total . Caso opte por esse passeio, bloqueie todo um dia – demora pra subir, demora pra descer e cansa pra caramba. Todo mundo volta acabado! Além disso, é um passeio caro, mesmo quando se está em grupo. A subida é feita por estrada muito serpenteada, nem pense em fazê-la de carro alugado…

Dicas douradas: leve merenda – as coisas arriba são bem caras. Chegue bastante cedo onde o transporte vai sair – cedo é cedo mesmo, tipo sete da matina. Como as vans costumam sair às 08h, uma hora de antecedência é suficiente para se cadastrar e escolher com calma os equipamentos. Use óculos escuros – os reflexos da luz solar sobre a neve são fortes e podem prejudicar os olhos! Na hora de descer as pistas, melhor ainda se você tiver aqueles óculos com tira elástica, já que o seu de grife pode cair no percurso. Na dúvida, guarde antes (sempre tem lockers para guardar os pertences). Passe protetor solar no rosto e pescoço – Vai por mim, melhor você passar!

As coisas no Chile funcionam

O Chile é o que temos de mais próximo de um país de primeiro mundo: bom sistema de transporte público, baixo índice de criminalidade, indicadores sociais de dar inveja ao Brasil. Nada de taxistas malandros como na Argentina ou pobreza por todos os lados como por aqui. O sistema de metrô de Santiago do Chile leva facilmente para diversos pontos de interesse turístico, os ônibus para viagens interestaduais são limpos e confortáveis (e com ótimo custo-benefício), há ótimos hotéis e hostels (recomendo firmemente o Hostal Erika em Puerto Varas, coisa linda da vida! E em Pucón um divertido casal toca o La Bicicleta, com ampla programação de esportes e passeios reservados lá mesmo). Além disso, existe comportamento preventivo das autoridades quanto às possibilidades de catástrofes naturais. E se eles têm medo de terremoto ou erupção vulcânica? “Chile es un país que se mueve”, é a máxima local.

chile-seguro

Para andar de buzu, a companhia mais legal é a Tur Bus. Não dá para reservar daqui do Brasil (eles não aceitam nossos cartões pelo site), mas dá para ficar sabendo as rotas e horários e comprar a passagem com um pouco de antecedência no Terminal Alameda (metrô Universidad). Jogo rápido, sem firula.

O que também nos leva ao próximo motivo…

O Chile é seguro

Um país amigável ao turista e muito seguro é o que se espera no Chile. Fiz muitos passeios por contra própria – e sozinha, repito – e em nenhum momento me senti insegura. Até carona eu peguei!!! Caminhadas noturnas também não são arriscadas, de forma geral. Na capital, é possível perceber a presença maior de policiamento, mas desconheço incidentes com turistas. Claro que qualquer cidade grande oferece riscos, mas nada que princípios básicos de segurança não deem conta. É engraçado que quem mora no interiorzão acha Santiago perigosa… perigosa mesmo é Salvador!

O Chile tem paisagens de tirar o fôlego

chile-pacifico

Hoje em dia procuro nos lugares que eu visito tudo aquilo que não tem nos arredores de onde eu vivo. E, vamos combinar, o Chile tem paisagens de pirar. Sejam os vulcões cobertos de neve e parecidos com enormes bolas de sorvete, seja a visão incrível da Cordilheira dos Andes ou os vinhedos organizadinhos. Não estive no deserto do Atacama, o que serve de pretexto para que eu volte ao país. Melhor do que dizer, é vocês verem mesmo:

Pelicano no Pacífico!
Pelicano no Pacífico!
Ojos del Caburga na região de Pucón
Ojos del Caburga na região de Pucón
Frutillar Bajo - carinha de cidade alemã...
Frutillar Bajo – carinha de cidade alemã…
Ladeiras em Valpo
Ladeiras em Valpo
No clássico relógio de flores em Viña
No clássico relógio de flores em Viña
chile-ensenada-vulcao
Uma vista do vulcão Osorno

A gastronomia é espetacular

100_0378

Para quem gosta de peixes e frutos do mar, o Chile é um verdadeiro paraíso! Pescados de águas frias – e muito, muito frescos – em temperos leves, porém divinos. O pastel chileno com nada dentro, no qual se coloca um delicioso ceviche é a entrada mais frequente nos restaurantes. Mas tem mais coisa: deliciosos “postres”, suco com framboesa fresca (framboesa lá é tipo banana aqui rs) e mariscos muito loucos (tem um que chama “loco” mesmo) e a própria sentolla te leva a aventuras gastronômicas. Nada de mimimi: experimente o congrio, reineta ou outros peixes locais. Coma polvo baratex e não deixe de experimentar salmón ahumado – ai que delícia!!!

A experiência mais engraçada, claro, é lá em cima no Restaurante Giratório em Santiago – melhor reservar, é disputado. Outro hotspot que está fora do radar dos turistas é um boulevard com restaurantes descolados embaixo da Municipalidad de Nuñoa – vale à pena conhecer, os ambientes são lindos, os preços convidativos e dá pra passar muito bem!!!

Restaurante Giratório: parada obrigatória!
Restaurante Giratório: parada obrigatória!
Igual a pinto no lixo
Igual a pinto no lixo em Pucón
postre-chile
Delícia de postre

Os vinhos do Chile são incríveis – e com ótimo preço!

chile-vinho

 Preciso falar da qualidade dos vinhos chilenos? Acho que não… O carmenère não é típico de lá, mas se adaptou tão bem ao solo local que virou espécie de marca registrada dos vinhos chilenos. Outras castas que vale à pena beber – e trazer: sauvignon blanc, cabernet sauvignon, pinot noir. Eu já falei carmenère?

Ah, tem outra birita que não pode faltar: pisco!!! Pisco sour, um drink à base do dito cujo com limão, é uma delícia…

chile-concha-y-toro
Vá para a Concha y Toro por CONTA PRÓPRIA!

O Chile tem cassinos

Não é pra todo mundo, mas eu gosto demais de cassino, e acho uma pena que esta atividade seja proibida no Brasil. Regulamentado e fiscalizado da maneira correta, seria uma ótima forma de gerar emprego e renda, além de ser mais uma fonte de diversão – desde que apreciada com moderação, claro. Ah, vale ressaltar que em Santiago não tem. Já Viña e Puerto Varas contam com cassinos bem legais – eu fiz $ no black jack!!! Hehehehehe Nem pense em fotografar lá dentro, não pode.

É um destino mais barato que os países do Hemisfério Norte

Parece Europa. Mas não é.
Parece Europa. Mas não é.

Gente, vamos combinar: Sai muito mais barato viajar para o Chile do que para a Europa ou Estados Unidos, tanto pela distância menor – e que resulta em voos menos caros – quanto também pela questão cambial, que nos favorece bastante. O real ainda é a moeda mais valorizada da América do Sul, acho! Eu, quando fui, levei poucos dólares e consegui trocar reais por pesos chilenos facilmente, tanto no centro de Santiago do Chile quanto no bairro da Providência, onde me hospedei. Mesmo tendo viajado sozinha, fiz tudo o que senti vontade e ainda sobrou uma graninha pra torrar no freeshop!

Os chilenos são adoráveis – e loucos pelo Brasil!

Um povo caloroso, educado e prestativo é o que eu encontrei em minhas andanças pelo Chile. Até hoje mantenho contato (pouquinho, mas tenho) com gente de lá! Passaria horas aqui descrevendo o sem fim de gentilezas que recebi, desde caronas e orientações até gente disposta a me pagar um lanche – não que eu precisasse, simplesmente porque me dispus a conversar! Além disso, quando você diz que é brasileiro, parece uma senha para um sorriso largo e um relato sobre o sonho de conhecer o Brasil ou ver um jogo da seleção brasileira. Lá também é comum ouvir música brasileira no rádio. Além de Roberto Carlos, os chilenos são chegados a um sertanejo universitário.

Conheci uma estrela de TV local em um restaurante…quase uma Paris Hilton. Joga “Valentina Roth” no Google pra você ver. Eu achei ela um amor.

Eu e a Vale Roth na baládan
Eu e a Vale Roth na baládan
Eu e o peixeiro gente boa no Mercado Central
Eu e o peixeiro gente boa no Mercado Central

O décimo motivo? Não sei!

chile-cultura-pre-colombiana

Depois dos nove anteriores, o décimo ficou difícil… são tantos atrativos, tanta cultura, natureza e experiências incríveis, que talvez seria pouco racional eu adicionar mais um motivo aqui. O que eu posso dizer é que deveríamos aprender um pouco com os chilenos e sua preocupação com a coisa pública, o carinho com as crianças e a educação que a gente recebe em cada esquina. É necessário ao Chile pensar no futuro, já que a principal atividade econômica do país é a mineração – que obviamente lida com recursos não renováveis e gera passivos ambientais sérios. Mas eles são politizados e exigentes. E seguramente a preocupação com o amanhã está na agenda do dia.

E você, tem vontade de ir? Bjus

4 ideias sobre “10 motivos para visitar o Chile (ou voltar!)”

  1. Muito boa suas dicas, tb tô indo para o Chile e sozinha. .. me enriqueceu muito! !! Obrigada.

  2. Eu estive no Chile e voltaria fácil fácil. Ótima experiência!

    1. Mariana Vieira disse:

      Eu também voltava fácil… rs Bju

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *