Ilha de Boipeba – sinal, apenas com a natureza!

boipeba-bahia-brasil

Depois de muito viajar à vizinha Morro de São Paulo, estava doida para dar uma esticada à Ilha de Boipeba – que já ocupava meu imaginário pela narrada beleza de suas praias e cenário de tranquilidade. Conto aqui o meu relato, especialmente da parte de Moreré – e todos os prós e contras desse lugar que te permite a máxima conexão… com a natureza!

Ilha de Boipeba – Como chegar

Chegar à Boipeba, adianto, não é tarefa das mais simples. E talvez isso mesmo faça com que ela seja mais exclusiva e tranquila que Morro. Partindo de Salvador, a cidade mais próxima do arquipélago de Cairu (da qual Boipeba, Morro de São Paulo e outras ilhas fazem parte) e com estrutura razoável de transporte dos visitantes é Valença. Para os pedestres, aconselho fazer a travessia de ferry boat Salvador – Bom Depacho e tomar o ônibus na rodoviária ao lado do próprio terminal.

De carro, a travessia complica um pouco mais (poucos lugares disponíveis em cada ferry), mas ainda é possível e mais prático do que “contornar” o recôncavo rumo à cidade.

Em Valença, será necessário deixar o carro em um dos estacionamentos disponíveis e tomar uma “lancha rápida” até Boipeba (possivelmente sem tantas ofertas e mais caro do que para Morro…)

Quem tem tutu pra gastar pode ir de avião (Azul) até Valença; voos a partir dos aeroportos de Viracopos (SP) e de Confins (BH) saem sempre aos sábados.

Quem vem do sul da Bahia (como eu!) pode partir de Ilhéus (via aéreo com milhas Gol) até a localidade de Torrinhas (estrada vicinal pouco antes da entrada de Nilo Peçanha). Lá também tem estacionamento (entre R$10,00 e R$15,00 por dia, vale chorar preço!) e lancha rápida até Boipeba. Torrinhas, partindo do Sul, é mais próxima do que Cairu, Valença ou Taperoá. O preço da lancha fretada é de R$100,00, podendo acomodar até quatro pessoas (demos sorte porque outro casal saiu ao mesmo tempo que nós e “rachamos” a lancha. Eba!).

O problema, amigos, é que ficamos em Moreré. O que não chega a ser um problema, mas fica ainda maaaais longe…

Tirando onda na lancha alheia...quem nunca
Tirando onda na lancha alheia…quem nunca?

Marinheiros de confiança: Nido ( 75 98086962/ 75 98086962/ 75 36536308) e Eri (75 99941885/ 75 99945156).

Em Boipeba não transitam veículos, então atravessamos toda a vila a pé para tomar um trator (esquema de jardineira, sabe?) até Moreré. Custo: R$10,00 por pessoa mediante lotação ou R$60,00 em caso de fretamento. Sem bagagem, a caminhada dura cerca de uma hora. Mas com badulaques e garrafas de vinho (sempre eles!), preferimos pagar e demoramos menos de vinte minutos para finalmente alcançarmos Moreré.

Ah. Detalhe: Dá para ir direto de lancha de Torrinhas para Moreré (o que fizemos na volta, já que eu corria sério risco de perder o vôo de volta!), só que depende da tábua de marés e o valor é R$150,00 fretado, podendo também acomodar quatro pessoas.

Aí a alegria começa!!!

mariana-vieira-lucas-paternostro

Moreré – a Boipeba que interessa

Se a vila de Boipeba não tem metade do charme da de Morro de São Paulo e Moreré fica ainda mais longe, o que diabo tem lá?

Ah, simples. As praias mais bonitas e exclusivas da ilha estão na porção oeste, distante da horda de turistas barulhentos de Morro e adjacências. As piscinas naturais mais lindas também estão em Moreré – se formam na maré baixa.

boipeba-bahia-piscinas-naturais

Preciso registrar que um de nossos gols foi a escolha da pousada, a encantadora A Mangueira.

Situada a poucos metros da praia, dispõe de apenas sete bangalôs muito confortáveis e muito privativos, com cama king (dependendo da acomodação), boa ducha, ar e frigobar, mesa externa do café,varanda com rede … E café da manhã só nosso, na varandinha do quarto. Um luxo.

boipeba-bahia-pousada-mangueira

pousada-mangueira-boipeba

Outras pousadas em Boipeba / Moreré

Também são dignas de nota estas pousadas em Boipeba ou Moreré (lembrando das informações acima, certo?)

Alyzées Moreré

Pertinho da A Mangueira, esta pousada tem bangalôs no alto, a vista deve ser encantadora. Também possui restaurante próprio, mas admite convidados externos (desde que com reserva).

Mangabeiras

Esta é a pousada mais “luxuosa” de Boipeba. Como fica bem no alto, conta com um elevador panorâmico que dá acesso às praias (as do entorno não são boas, a pessoa precisa andar pela trilha pelo menos até Tassimirim ou Boca da Barra, as mais próximas (e boas para banho) da propriedade. O restaurante também é promissor, mas confesso que não experimentei a comida (a cozinha abre às 15h).

Eu e o príncipe subimos, é massa!
Eu e o príncipe subimos, é massa!
boipeba-bahia-pousada-mangabeira
O visu do mirante

Restaurantes em Boipeba e Moreré

Restaurante em Boipeba não é coisa mais abundante que tem, especialmente pra quem está hospedado em Moreré; então, ter um restaurante dentro da pousada e privativo para os hóspedes (O Terraço) foi providencial! Pequeno, só admite com reservas (e só no jantar) e escolha do cardápio do dia até às 17h; e fecha às quintas e domingos. Passamos muito, muito bem com a comida maravilhosa do chef. As opções do bar, os sorvetes artesanais e a carta de vinhos também não decepcionam. Tudo cuidadosamente pensado pela dupla Gary e Juan Carlos, donos da pousada.

Aqui foi feito um update após o comentário atencioso do leitor João Marcelo.Axé!

jantar-terraco

Nossa primeira opção gastronômica foi no restaurante O Paraíso. Serve basicamente comida típica baiana (moquecas, ensopados, etc.) e tem preços razoáveis. Pagamento apenas em dinheiro.

boipeba-bahia-restaurante-paraiso

A comida é simples e com gosto caseiro, além de bem servida. O único inconveniente foram as malditas moscas que perturbaram a paz do almoço. De resto, valeu à pena!

No Sabor da Terra, é possível encontrar algumas preparações como casquinha de aratu, polvo à vinagrete e outros frutos do mar. Fica na praia de Moreré mesmo.

Na praia da Coeira, quem bomba é o restaurante do Guido, onde uma frota de embarcações para pra comer a famosa lagosta do lugar. Como pegou fama, os preços não são mais convidativos como antes.

Em Tassimirim, a recomendação é o simples, mas generoso, Barraca Tassimirim, tocado pelo Luciano. As refeições servem duas pessoas e os preços variam entre R$50,00 e R$90,00. Acompanham arroz, feijão, salada e farofinha. O banho de mar é uma delícia também!

Na vila de Moreré, à noite, as opções são raras, principalmente no domingo! Mas ainda sim de fome ninguém morre rs

Todo Pasa – pizzaria tocada por um casal  que serve pizzas com massa fininha e poucas opções de recheio. O lugar é uma gracinha e os preços (a pizza é padrão, do tamanho de um sousplat redondo) giram entre R$40,00 e R$50,00.

boipeba-bahia-todo-pasa

Tapioca da Praça – não chega a ser um restaurante, é uma barraca de tapioca com algumas mesas. Funciona nos fins de semana.

Informações úteis

Em Moreré não tem farmácia; leve um kit básico com remédio para dor de cabeça, dor de barriga, enjoo (se não aguentar o balanço do mar). Repelente é providencial e protetor solar, nem se fala!

A voltagem da Ilha de Boipeba é 220V.

Em Moreré não tem policiamento, embora todos afirmem que é seguro! Não vi incidentes. De qualquer maneira, não dê sorte para o azar e vigie suas coisas na praia.

Não tinha televisão na nossa pousada e, sinceramente, não fez falta. Para a noite, leve baralho e dominó. Quem gosta, uns vinhos e outras biritas.

Vale à pena levar snacks. Não tem pra comprar, só há duas vendinhas em Moreré e com pouca coisa.

Esqueça sapato de salto ou mesmo anabela. Seja feliz de chinelão e rasteirinha!

Não tem sinal de celular e o wi-fi é intermitente (mesmo em nossa pousada, que tinha sinal bem razoável!). Sinal de internet é coisa rara, não dependa dele para fazer seus pagamentos em cartão! Leve dinheiro vivo. Na ilha não tem agência bancária.

A conexão que você precisa fazer é com a natureza…

boipeba-bahia-trilha
As praias são entrecortadas por trilhas ou mangues

boipeba-bahia-br

praia-cueira-boipeba

boipeba-boca-da-barra

Quero mais o quê, meu Deus!

Espero que gostem! Se faltou alguma informação, metralha aqui nos comentários…Bjk

10 ideias sobre “Ilha de Boipeba – sinal, apenas com a natureza!”

  1. joao marcelo arantes disse:

    Algumas informações estão equivocadas.
    A pousada mangueira os proprietários sao Gary e Juan Carlos (chef da cozinha)
    Na pizzaria Todo Pasa Moreré nao sao espanhóis,Alicia espanhola e Joao Marcelo mineiro.
    NA pizzaria nao se serve apenas pizza,falafel e hamburguer caseiro de picanha também entram no cardápio.

    1. Oi João, tudo bem? Gostaria de prestar alguns esclarecimentos. Na Mangueira fomos super bem atendidos pelo Gary e em algum momento registrei o nome do segundo sócio como sendo Usiel, faço o update na postagem! Por sinal o Juan Carlos é super bicho do mato, você deve saber disso rs Na pizzaria fiz questão de perguntar à simpática senhora que nos atendeu sua origem, e como continuei ouvindo os diálogos em espanhol, deduzi que seu esposo era também! Quanto ao que se serve na pizzaria em momento algum eu informei que SÓ eram servidos pratos de pizza, da mesma maneira que ficaria cansativo demais se eu tivesse colocado todas as refeições de todos os restaurantes mencionados no artigo. Por sinal, no início do post eu esclareço que é um “relato” portanto sem compromisso jornalístico ou publicitário com qualquer pessoa ou empresa mencionada; ademais, a procedência ou nomes dos proprietários não invalidam as demais informações (estas sim relevantes para meus leitores) de site oficial, telefone, horários de funcionamento etc… De qualquer maneira, conto com sua compreensão e te mando um fraternal abraço.

      1. joao marcelo arantes disse:

        Tudo cuidadosamente pensado pela dupla Gary e Usiel, donos da pousada.
        Comentário seu!

  2. Mariana tudo bem?
    Espero que tenha curtido as praias de Boipeba, são realmente maravilhosas.
    Vou há mais de 4 anos e meu marido há dez anos, ele ia não tinha nem energia.
    Realmente, é uma ilha muito simples, mas isso a torna encantadora.
    Nunca tivemos problemas com violência, nem furtos.Na verdade é o lugar que escolhemos para passar todas as nossas férias, justamente por isso, ao contrário de Trancoso, onde fomos assaltamos a mão armada em pleno Quadrado, na luz do dia.
    Como já viajamos muito para o sul da Bahia, acreditamos que Boipeba os preços são os mais acessíveis. Lá achamos muqueca no Paraíso na faixa de 50,00 enquanto Porto Seguro/ Arraial?trancoso não é menos que 100,00.
    Outra coisa que nos deixa feliz é a receptividade dos nativos. Uma vez que eles vivem praticamente do turismo e cuidam muito bem da gente, por isso lá ainda não tem muita opção de restaurantes e pousadas luxuosas, porque o comércio é praticamente dos nativos. A maioria ainda não ” se vendeu” pros estrangeiros e querem continuar vivendo na simplicidade.
    Em boipeba tem opçoes otimas de pousadas, todas muito limpas, café da manhã diversificado e bem acessível.
    A pousada CÉu é um verdadeiro paraíso na faixa de 250 o casal. Fica no topo do morro, onde se pode ve toda a ilha. Vista panorâmica para o Mar. Tem a Pousada Luar das Aguas também na beira do mar, são chalés muito charmosos, na Boca da Barra.
    Tem a pousada da VIla, cem reais o casal. Pousada de uma família muito querida na ilha ( Tião e Kikita). Pra quem quer viajar ,economizando, é uma ótima opção, ar condicionado, quarto bem limpo, café da manhã bem servido e a receptividade nem se fala. Sem contar que fica no centro da Vila.
    Em boipeba tem mais opções que Moreré.
    O melhor restaurante fica em Cova da Onça do Orlando onde encontra-se muita opção de grelhados,
    vale muito a pena fazer o passeio de volta a ilha e visitar a paradisíaca Praia Ponta dos Castelhanos.
    A caminhada de Boipeba a Moreré tem seis km, pra quem gosta, é um passeio maravilhoso.
    Pra quem gosta de aventura e tranquilidade vale muito a pena.

    1. Mariana Vieira disse:

      Oi Mari, adorei o relato e todas as sugestões do seu comentário! Realmente o trade turístico é maior em Boipeba; mas amei, adorei ficar em Moreré e queria muito compartilhar isso com todos os leitores aqui do DDE. Fico feliz que você tenha experiência tão boas nesse pedaço de paraíso – eu também espero voltar algum dia! E tb acho que o posicionamento dos donos de hotéis e pousadas, restaurantes, etc., é a questão do crescimento sustentável da ilha – com respeito ao meio ambiente, desenvolvimento da própria comunidade e a manutenção do clima de paz que já deixou, há muito, de estar presente em vários redutos turísticos da Bahia. Por sinal, tô super precisando de umas férias…rs Um grande beijo!!!

  3. Adorei o post!
    Me convenceu!
    Meu próximo destino…. Uau!!

    1. Mariana Vieira disse:

      Rs que bom! Espero que as dicas do post te ajudem a ter uma estadia maravilhosa em Boipeba…bjs

  4. Existem lugares incríveis na Bahia q estão fora dos roteiros turísticos tradicionais, Boipeba com certeza é um desses cantinhos encantadores da terra da magia.

    1. Mariana Vieira disse:

      Bem por aí! E sério, super recomendo pra quem precisa descansar e desconectar um pouco…bju

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *