Ilhéus- 5 “o que fazer” top na cidade

igreja-sao-sebastiao-ilheus

O fato de ter viajado uma dezena (mesmo) de vezes a Ilhéus me colocou em contato não só com a Ilhéus da Bahia retratada no romance Gabriela, como também com outras facetas de uma das cidades mais completas do interior da Bahia. Em que pese não ter a infraestrutura de locais como Feira de Santana e Vitória da Conquista, Ilhéus é servida por razoáveis aeroporto e estradas, possui paisagens de tirar o fôlego e pode significar muita diversão para quem está a passeio…acompanhe os 5 top “o que fazer” escolhidos a dedo pelo DDE!


Antes de passar para o top 5, é preciso esclarecer como chegar a Ilhéus: o caminho mais fácil e rápido (tão rápido que nem dá tempo de receber serviço de bordo) é por via aérea mesmo. As companhias Gol, Azul, Avianca e Tam operam voos diários, muitas vezes com tarifas promocionais, em que os trechos aéreos saem mais baratos do que a viagem de ônibus! (a boa média de preços SSA-IOS-SSA gira em torno de 250,00 ou menos). Já de ônibus, a viagem dura cerca de sete horas. Se não tiver jeito, prefira os itinerários noturnos da Águia Branca, em que os ônibus saem escoltados da rodoviária de Salvador. Preços em torno de R$230,00 ida e volta. Para quem vai chegar de carro, o caminho mais ágil é via BR 101. Há quem prefira a BA 001 (de fato o trecho terrestre é menor), mas é necessário certo planejamento para evitar as quilométricas filas do terminal marítimo na travessia Salvador-Bom Despacho, pelo menos enquanto a ponte não sai…

Isso tudo considerando que eu parto de Salvador, mas todo mundo sabe que Ilhéus é a praia da turma de Jequié, Vitória da Conquista… Assim como de gente do Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás (povo raçudo!) e mesmo São Paulo. Haja disposição!

Oba, cheguei, o que eu faço agora? Segura na minha mão e vem!

1.Ilhéus City – Vesúvio e outras pinceladas da cena gastronômica

Sempre recomendo e sempre recomendarei o simpático Vesúvio, que já recebe o turista com uma estátua de Jorge Amado. Aí vale aquela foto básica de recordação:

ilheus-coisas-para-fazer
Essa eu já tirei antes do lugar abrir, #aloka

Na parte de dentro, o Vesúvio conta com fotografias e documentos antigos que também valem a visita, embora a parte de fora seja a mais agradável. Se sentar à sombra e tomar um chope no calorão da cidade é programa quase obrigatório. Eu não como carne, mas tem quem venha de longe para provar o quibe do Vesúvio.

cerveja-ilheus-vesuvio
Fiquei só no chope mesmo, mas o combo chope+quibe é famoso!

A comida é muito saborosa e vem toda enfeitadinha, coisas de quem sabe que a gente começa a comer com os olhos. Minhas recomendações são o ensopado de peixe e peixe à Gabriela. A moqueca de camarão é yummy também. Podem servir até três pessoas.

Onde fica: R. Dom Eduardo, 190 – Centro, Ilhéus – BA.

Outra pedida é o ótimo Marostica, restaurante italiano gerido por italianos que serve massas, risotos, carnes e peixes (pratos individuais). Não saia sem pedir um carpacio de polvo de entrada e um petit gateau de doce de leite, é de comer rezando!!! Vale alertar que só abre no jantar e não funciona aos domingos.

Onde fica: Avenida 2 de Julho, 966 – Centro, Ilhéus – BA

O melhor japonês de Ilhéus, sem dúvidas, é o Pier Sushi, que serve temakis, combinados, yakissoba e outros pratos orientais com bom custo-benefício. A carta de vinhos pertence à pousada contígua ao espaço, mas também pode ser consultada por quem está apenas no restaurante.

Onde fica: Av. Lomanto Júnior, 1650 – Pontal, Ilhéus – BA

A formiguinha aqui corre logo atrás de doces em Ilheus, e os top points para mim, nesse quesito, são a sorveteria Ponto Chic e o Café Grão Amado. Para pegar e levar, experimente o delicioso picolé Péricles, apenas R$2,00 por unidade!

Na Passarela do Álcool, os lugares mais bombados são Capitão Juca e Petiscos do Bada. Outro point (que eu adoro!) é o Boteco Sushi, bebida gelada e ótimo custo-benefício. O tartar de salmão é super servido e custa apenas R$20,00! Experimente…

2. Ilhéus com cara de RJ – Baía do Pontal e Praia do Cristo

Para quem trafega do aeroporto no sentido centro ou quem atravessa a ponte cuja duplicação é plataforma de campanha eleitoral sem nunca sair do papel há décadas, a vista da Baía do Pontal é de tirar o fôlego. A formação do Rio Cachoeira com o mar ali pertinho é muito, muito linda…

pontal-ilhéus

Do outro lado, tem a Praia do Cristo, onde é possível alugar prancha de SUP ou caiaque (em torno de R$50,00 a hora, pagamento em dinheiro), e navegar pelas águas calmas do Rio Cachoeira. O Cristo Redentor daqui é beeem menorzinho, mas não torna o lugar menos interessante.

ilheus-praia-do-cristo
Mostrando a pança em nome do post

Onde fica: Av. Lomanto Júnior e Avenida 2 de Julho – Ilhéus BA

3. Ilhéus no fim de tarde: Outeiro e Sapetinga

Apreciar o final de tarde em Ilhéus é um programa atrativo para turistas e para locais. Na minha humilde opinião, é difícil achar um lugar mais lindo no cair da tarde que a Sapetinga, bairro tranquilo e bem residencial da cidade.

Bom pra namorar e pra ver a vida passar
Bom pra namorar e pra ver a vida passar

A vista do Outeiro também vale à pena, e rende umas belas fotos panorâmicas da cidade.

outeiro-ilhéus
Tinha uma foto melhor, consegui perder

Onde fica: Av. Sapetinga, Ilhéus – BA e

(Outeiro) Praça do Cadete, 10 – São Sebastião – Ilhéus BA

4. São Jorge dos Ilhéus – Igrejas que valem a visita

A cidade que tem São Jorge como padroeiro é servida de belas belas igrejas. Os cartões postais da cidade são a de São Sebastião, que rendeu a capa deste post, e também a da Piedade, uma das poucas do Brasil em estilo gótico. Essa eu me lembro dos meus tempos de criança, minha mãe adorava levar a gente lá! #nostalgia

igreja-sao-sebastiao-ilheus
A catedral de S. Sebastião ainda mais charmosa à noite
igreja-piedade-ilhéus
Aqui também funciona um convento

Onde fica: A catedral de S. Sebastião é na mesma rua do Vesúvio

R. Me. Taís, 197 – Alto da Piedade, Ilhéus (Piedade)

5.Pegar praia em Ilhéus, por óbvias razões

Ilhéus é das cidades que possuem a maior faixa litorânea do Brasil, e seus 60 km de praia são um dos grandes atrativos da cidade.

A Praia dos Milionários, no eixo sul, concentra barracas com boa infraestrutura; as mais conceituadas são Cabana Palmito e Sheik. A Nariga’s concentra a turma jovem de malhadinhos e saradas da cidade. Pra quem quer um poucos mais de tranquilidade – e fugir da música irritantemente alta das barracas – minha dica é seguir um pouco mais adiante (mais ou menos até a altura do empreendimento Cidadelle) e fazer um esquema farofa mesmo. A água do mar, nesse ponto, é cor de canela, mas é limpinha.

Mas o DDE vai além e te mostra uma praia escondidinha – simplesmente me encantei. Água mais esverdeada, contato com a natureza e tranquilidade – exceto aos domingos, claro. É a bela Praia do Me Ache!

ilhéus-praia-me-ache[1]

Na parte de cima encontrei um restaurante simpático e que oferece outra vista panorâmica da cidade; não sei quanto ao preço e à qualidade, de outra vez eu paro para experimentar…

praia-me-ache-ilhéus[1]

o-que-fazer-ilhéus[1]
O lugar é super agradável
Onde fica: Próximo ao Morro Pernambuco, seguindo pelas avenidas Lomanto Junior e Getúlio Vargas – Ilhéus BA

Mais longe ficam as lindas praias do Cururupe, Back Door e Batuba, vale à pena conhecer.

Pra quem tem mais tempo…

 A recomendação  seguinte não é exatamente em Ilhéus, então vale para quem tem agenda um pouco mais extensa na cidade:

A praia da Serra Grande, já mencionada no post sobre Barra Grande, é uma paixão. Água límpida e praia tranquila, mas com uma estrutura razoável (não espere glamour) de atendimento. Fica a apenas 30 minutos de Ilhéus sentido Itacaré.

A caminho de Barra Grande, não deixe de passar no mirante de Serra Grande!
A vista do mirante…
praia-serra-grande[1]
…e lá embaixo

Eu fico igual a pinto no lixo quando vou pra lá!

praia-serra-grande-ilhéus[1]

Nas proximidades fica a Cabana da Empada; vale à pena pegar pra levar qualquer um dos quase 30 sabores de empadas doces e salgadas. Se possível, conheça o excelente restaurante, aberto apenas na hora do almoço. Costuma lotar!

Onde fica: Rodovia Ilhéus/Itacaré Km 08 – Serra Grande

É isso. É fato que Ilhéus está precisando de mais carinho, tanto do poder público quanto da própria população local, mas a natureza foi generosa com este lugar, que ainda tem um conjunto arquitetônico digno de nota, a mística do livro de Jorge Amado em cada esquina e muita coisa bonita para conhecer! Bjk

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *