Sobre

Tudo bem? Meu nome é Mariana Vieira; sou baiana, Relações Públicas, funcionária pública e a mente inquieta por trás do DDE.

look-body-branco

A moda está no meu DNA: sou neta de costureira e sobrinha-neta de modista (modista mesmo, daquelas que desenha, modela e costura!). Minha mãe teve loja de roupas por quase uma década. Sempre ajudei por lá e nunca deixávamos uma cliente levar pra casa uma roupa, sem a certeza de que a pessoa estava confiante quanto ao caimento e à possibilidade de usar muitas vezes. A satisfação, pra nós, era um ativo fundamental para a recompra e fidelização da cliente. Mas eu sei que não é assim que acontece na maioria das lojas…

Comecei esse espaço para compartilhar um pouco da minha experiência na construção de um estilo próprio. Como Relações Públicas, diversas vezes ao longo de minha carreira fui “desafiada” a participar de eventos e a representar a empresa na qual trabalho em ocasiões formais e informais, além de ter de investir em um dress code variado no meu cotidiano. Mas não foram raros os momentos em que eu olhei para meu armário abarrotado de coisas e pensei: “não tenho nada para vestir”!

travessia_mar_grande_salvador_15jan12_luciano_rego (207)

i_encontro_ff_06nov2014_luiz_hermano (21)

emp_ano_saneam_ambiental_4jun2014_stefania_senne_rev_san_amb (151)

natal_solid_inst_central_cidadania_pernambues_6dez2013_luiz_hermano (13)

Depois de muito sofrer (e perder dinheiro!) na busca por estar na moda, me sinto confortável com meu estilo e estou cada vez mais imune às armadilhas do marketing voltado ao consumo – o fato de eu ser pós-graduada na área me ajudou a ter uma percepção diferente, claro. Não que eu não compre nada, apenas tento fazer compras inteligentes e queria muito revelar alguns destes insights para você! Quando a gente adota alguns princípios de educação financeira, investimos naquilo que realmente é prioritário. E te garanto: ficamos muito mais próximas de alcançar nossos sonhos!

mariana-lucas
Em Paris com o bofe escândalo né ruim não…

Isso não tem a ver com quanto você ganha: aos 21 anos, trabalhando apenas com estágios, paguei (sem a ajuda dos meus pais) um intercâmbio para a Alemanha. Aliás, viagens e lugares interessantes também serão assuntos constantes por aqui…

100_0305

100_2009

IMG_20150622_220723285

Espero que esse cantinho possa ser construído por mim e por você, senão não tem a mesma graça, né? Críticas construtivas, sugestões de pauta e um papo inteligente são muito bem vindos!

Entre em contato comigo, sempre que precisar! Vou adorar conversar com você.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *