Peito de frango – um corte, duas receitas

receita-de-frangoComo está cada vez mais próximo de eu virar uma dona de casa de verdade, é crucial ter no radar receitas práticas com peito de frango, por exemplo. A mais boboca das proteínas é muito fácil de fazer e pode até render receitas com frango no esquema dois em um, como mostro a seguir. Detesto perder tempo na cozinha, e você?

Deixar alimentos prontos ou semiprontos em casa é fundamental para dar mais praticidade a quem passa o dia fora trabalhando, e claro que uma comida caseira costuma ser mais saudável e barata do que a feita na rua, né? Pensando nisso resolvi taggear como tratar frango (tenho certeza de que muita gente procura isso na internet) e também passo uma receita com frango que é moleza de fazer, ótima para quem não quer gastar muito tempo na cozinha e sujando um monte de panelas.

Peito de frango (e outros cortes) – como tratar

 Olha, não sei se tem um jeito mais besta de tratar frango do que o que eu aprendi com minha mãe, e o importante mesmo é tirar aquele “ranço” nojento, sabe? Minha sogra tem uma frase engraçada, “frango com gosto de galinheiro”…eca! O segredo é não apenas colocar limão no frango, mas tipo dar um banhinho dele.

Para a receita a seguir eu usei aproximadamente 800g de filé de peito de frango, que deixei descongelando de um dia para outro na geladeira. Após isso, esquentei água, espremi dois limões, e submergi o peito de frango nessa mistura por uns 15 minutos. Sim, também usei o limão para dar uma esfregada gostosa no frango!

como-tratar-frango
É nojento, eu sei

Observe que ele alterou um pouco a cor por causa da água quentinha, mas a ideia não é cozinhar o frango, tá? A partir daí, a gente tem alguns caminhos: pode escorrer a água, temperar o frango e guardar por uns dias na geladeira; ou pode logo fazer uma preparação com ele e congelar ou guardar na geladeira, se não for demorar muito para comer.

Peito de Frango ao Creme de Cebola

Na dieta dos marombeiros, o frango é cozido pura e simplesmente com água e o mínimo de sal possível, mas acho que ninguém merece viver assim! Por isso proponho uma alternativa que não é para usar sempre (afinal, o creme de cebola é um alimento industrializado, coisa que devemos evitar sempre que possível), mas ninguém vai morrer por comer um franguinho temperado de vez em quando… Ele não chega a ser uma bomba calórica, mesmo com a presença desse ingrediente.

800g de peito de frango ou filezinho sassami tratado

Gergelim para polvilhar (opcional)

Tempero

1 pacote (ou menos) de creme de cebola

azeite de oliva a gosto

três dentes de alho

pimenta do reino e alecrim a gosto

Para fazer o tempero, pique o alho miúdo (costumo usar o processador) e misture todos os ingredientes até formar uma pastinha. Vá adicionando azeite aos pouquinhos, para que não fique molengo demais. Eu prefiro comida com pouco sal (e claro que o creme de cebola já tem bastante sódio), então na dúvida prove o tempero com a ponta da língua.

recitas-com-peito-de-frango

Arrume o peito de frango em uma travessa, já com um pouco do tempero embaixo. Para que esse tempero penetre bem no frango, eu faço uns cortes longitudinais, com cuidado para não cortar a peça. Tem que dar aquela melecada na mão para entranhar a mistura e deixar o frango gostosinho, beleza?

receitas-peito-de-frango

Se tiver tempo, deixe marinar por umas duas horas na geladeira; mas não tem problema se ele for direto ao forno pré-aquecido.

Cubra com papel alumínio e deixe assando em forno médio por pelo menos 30 minutos. A partir daí, descubra o frango para que ele doure um pouco, a água do fundo seque e regule o ponto de cozimento. Caso necessário, regue o frango para ele não ressecar.

Quando termina, ele fica mais ou menos assim: um peito de frango suculento.

receita-de-peito-de-frango

Você pode comer do jeitinho que tá aí! Mas ainda tem uma segunda proposta de recita.

frango-desfiado-como-fazer

Esse frango pode ser desfiado – bendito processador! e acondicionado em geladeira ou freezer para rechear crepe, tapioca, fazer uma pastinha com requeijão ou o que sua imaginação mandar!

Não sou nenhuma chef, mas gosto de compartilhar essas dicas práticas porque sei que, assim como eu, muita gente queria se arriscar mais na cozinha, mas sem perder tempo que nem tem! Outras receitas práticas com proteínas você encontra aqui e aqui.

E se você é nova ou novo por aqui, te convido a cadastrar seu e-mail e ficar por dentro das novidades do DDE! Tenho certeza de que você vai gostar…

Bjs

2 ideias sobre “Peito de frango – um corte, duas receitas”

    1. Oi Jânio, que massa! Fico feliz que tenha aprovado a receita…espero uma nova visita sua em breve!!! Abs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *