Reforma de casa – dicas para não surtar na obra!

dicas-reforma-de-casa

Minha cara chega a arder de tanta vergonha por não estar conseguindo dar conta do Diário d Estilo. E não é para menos: imagine que eu mudei de casa – melhor, de cidade – estou morando provisoriamente com o sogrão e nossa casa está em reforma! Além disso o meu trabalho, embora na mesma empresa, é completamente diferente do que eu desenvolvia antes…. Acho que isso é que é mudança, não? Mas ainda estou mantendo a sanidade mental no meio desse turbilhão e gostaria de dividir dicas de reforma de casa com você!

Estou morrendo de saudade de postar direito por aqui, mas acho que vou retomar o ritmo nos próximos dias! É que com a minha mudança definitiva para o interior da Bahia, tive que tomar a dianteira de algumas decisões que a nossa reforma exige e, à medida que se aproxima a fase de acabamento, um olhar feminino é extremamente importante – nosso apuro para detalhes e certa visão sistêmica são fundamentais para compreender os ritos de uma obra e termos a certeza de receber aquilo que realmente desejamos!

Reforma de casa sem planejamento? Não rola!

Parece clichê, eu sei, mas não existe uma reforma decente sem que haja um planejamento detalhado. E me refiro não só a um levantamento do que se deseja que a casa (ou cômodo, sei lá) se torne; mas construir um planejamento financeiro, a velha “caixinha” antes de se bater o primeiro prego na parede, são a diferença entre uma obra que nunca termina e aquela que, ressalvado algum revés, consegue ser finalizada sem tensão.

Mesmo que sua reforma não tenha consultoria especializada, faça uma lista de funções que cada área a ser reformada deve ter, que coisas serão guardadas nos espaços e que “cara” você gostaria que o cômodo tivesse. Catar fotinhas na internet, cores de sua preferência e o desenvolvimento do conceito em tópicos é o que se chama de “conceptboard” – termo chique para o velho toró de ideias.

Já em relação à planilha, nós resolvemos dividir a nossa obra em duas partes principais: reforma civil e acabamentos e decoração. Meu marido, até por conta de já estar por aqui, ficou com a primeira parte; a coisa gostosa de mobiliar e decorar, meu bem, ficou comigo! Isso tanto em relação à questão financeira quanto à matriz de responsabilidade também.

reforma-de-casa-custos

Somos viciados no Programa “Irmãos à Obra” e buscamos trabalhar com uma margem de 10% sobre o orçamento geral da reforma, uma vez que no meio do caminho podem surgir problemas que oneram os custos. Não é fácil dispor do dinheiro, mas ele é necessário para evitar o pesadelo de uma reforma parada. Se não for possível juntar, pense na possibilidade de obtenção de um cartão de crédito tipo Construcard para bancar sua reforma, com flexibilização de pagamento e juros muito mais baixos dos que o de um cartão comum.

Outra vantagem de começar a reforma da casa já com o recurso disponível é a possibilidade de pleitear bons descontos, normalmente impossíveis quando são necessários prazos muito extensos de pagamento. Conseguir algo da ordem de 10% a 15% parece pouco, mas pense que a aquisição de material para uma obra custe sei lá, R$20.000,00; R$2.000,00 de desconto podem ser o que faltava para dar um “tchan” nos acabamentos…atrativo, não?

Pesquisa é tudo!

Gatar sola de sapato ou dedo em cliques no Google também são importantes para fazer economia – mesmo porque não adianta ter o dinheiro à mão sem o equilíbrio devido! Isso vale para tudo: desde a escolha dos fornecedores de serviços àquela luminária bacana que você viu no Decora.

Ainda que eu seja uma verdadeira entusiasta em compras pela internet, te digo com alguma certeza que ela nem sempre é o melhor caminho. Custos elevados de frete podem tornar uma compra virtual tão cara quanto a feita em loja física; um pós-venda pouco eficiente e burocrático, dependendo da aquisição, também geram dor de cabeça! Reflita sobre a diferença de custo e o tipo de coisa que você está comprando: será que não é melhor ter a quem recorrer em caso de problemas?

planejamento

Pense ainda que na net não dá para pedir abatimento, dividir em mais parcelas ou encomendar uma coisa que está faltando e você queria tanto… Fora que, muitas vezes, algo parece muito bonitinho na foto e o susto é grande quando a mercadoria chega: acabamento grosseiro, medidas fora das especificações e estelionatários virtuais são apenas algumas das armadilhas que o mundo virtual apresenta.

Tenha no mínimo dois orçamentos: eles valem para que você tenha noção dos preços das coisas e também na hora de chorar um descontinho por aí.

Mantenha a cabeça no lugar

Ante a variedade de opções que o mercado oferece, é bem fácil se perder e ver o dinheiro se desintegrar nos acabamentos mais caros…. Quem trabalha com arquiteto e decorador precisa saber que eles nivelam TUDO por cima, apresentando ao cliente as melhores opções para aquele perfil de trabalho. O problema é que muitas vezes aquele acabamento lindo é o mais caro, sendo que há opções mais em conta e com efeito semelhante! Não se deixar levar e tente, na medida do possível, buscar opções similares mais baratas. Elas podem, mais uma vez, ser o diferencial necessário para que o dinheiro não acabe no meio do caminho.

reforma-de-casa
Não, minha casa não é assim! ; (

Comunicação e relacionamento com a turma da obra

Talvez esta seja a mais importante das dicas de reforma deste post, e o motivo é extremamente simples: a gente depende de muita, muita gente mesmo, para uma reforma ou construção dar certo! Não estou dizendo aqui para ser omissa, deixar a coisa toda sem supervisão. Acho que é importante ser assertivo, mas tratando os trabalhadores de forma cordial e respeitosa. Tenha certeza de que, se as pessoas estiverem trabalhando a seu favor, fica tudo mais fácil, fluido e, porque não dizer – barato! Afinal, se a obra se arrasta por mera liberalidade da equipe, é no seu bolso que vai doer…

espirito-de-equipe

Busque sempre fazer registros escritos – e um projeto é sempre o melhor caminho nesse sentido – e não fique voltando atrás nas decisões. Acompanhe, exija, cobre… com um sorriso no rosto e amor no coração.

Não faça ninguém esperar por você

Além de ser ruim para o ritmo da obra alterar decisões, fazer as pessoas esperarem por suas decisões pode gerais mais custos e, bem…é desagradável mesmo! Agilidade na aquisição de materiais também faz a diferença no ritmo de uma obra, mesmo porque o cumprimento de algumas etapas muitas vezes depende do andamento de outras.

velocidade

Quando há planejamento, as decisões são mais facilmente tomadas, mas é necessário ter disponibilidade para acompanhar as ações, jogo de cintura nos imprevistos e controle financeiro para garantir que se chegue ao fim com reserva em caixa. Isso envolve, muitas vezes, abrir mão de algumas extravagâncias. Ou lançar mão de algo não previsto inicialmente. Você quem sabe, não seus contratados.

Acho que essas são as notícias do front! Mil desculpa a quem veio uma, duas, três vezes e não viu nada de novo… Me dá um desconto! E para quem tá chegando agora ao DDE, meu convite é um só: cadastre seu e-mail e tenha acesso a conteúdos pensados com muito carinho! Te aguardo…

bjs

2 ideias sobre “Reforma de casa – dicas para não surtar na obra!”

  1. Muito legal teu blog eclático. Já vi que esteve em São Paulo, uma súper dica é comprar móveis por lá. Acredite, é infinitamente mais barato comprar lá + frete do que comprar na Bahia. Além disso existe uma infinidade de modelos e opções de tamanho tendo em vista que são lojas de fábricas. Se você quiser um sofá de 2m53cm eles fazem! Procure a TEODORO SAMPAIO, muitas lojas e outlets que são uma pechincha. Ah! E papéis de parede na K&G (não ganho nada por falar asui, rs), os descontos chegam a 35% a vista! BOA SORTE!

    1. Opa! Luana minha filha, vc tá dando muitas dicas quentíssimas! Fique à vontade para dar pitaco, o espaço é de vocês também!!! E te aguardo novamente por aqui…Bj grande (falei que eu comprei um monte de coisa de iluminação na Santa Ifigênia?)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *